WebMail
 DOMINGO, 26 DE OUTUBRO DE 2014 |Login
 

Escrituras ESCRITURAS

Atendimento: Laís Sampaio e Irlane Rocha.
Fone: (86)3221-7886/3221-0159 Ramal 27.

Lavramos todos os tipos de escrituras. Para cada tipo de escritura é necessário a apresentação da documentação exigida por lei.

DESTACAMOS NOSSO ATENDIMENTO PRIORITÁRIO PARA ESCRITURAS DE COMPRA E VENDA, ESCRITURAS DE SEPARAÇÃO E DIVÓRCIO, ESCRITURAS DE PARTILHA E INVENTÁRIO, ESCRITURAS DE UNIÃO ESTÁVEL, DEPENDÊNCIA ECONÔMICA, E DIVERSAS DECLARATÓRIAS.

DESTAQUE AINDA PARA LAVRATURA DE ATAS NOTARIAIS.

TIPOS DE ESCRITURAS MAIS FREQUENTES

  • Inventário;
  • Divórcio;
  • Separação;
  • Conversão de Separação em Divórcio;
  • Compra e Venda (diversos tipos);
  • Testamento Público;
  • Testamento Cerrado;
  • Doação;
  • Adoção;
  • Ata Notarial;
  • Desapropriação diversa;
  • Cessão de Direitos Hereditários;
  • Constituição de Fundação;
  • Declaratória de União Estável;
  • Declaratória de Pacto Antenupcial
  • Declaratória de Emancipação;
  • Declaratória de Reconhecimento de Paternidade;
  • Declaratória de Vida;
  • Declaratória de Únicos Herdeiros;
  • Declaratória de Nacionalidade;
  • Declaratória de Dependência Econômica;
  • Rescisões;
  • Dissoluções;
  • Permutas;
  • Escritura de diversas autorizações;
  • Instituição de Bem de Família;
  • Outros tipos de interesse dos clientes.
Especificação:

  • Inventário; escritura lavrada de acordo com a Lei 11.441 e Provimento 006/2007 da Corregedoria Geral de Justiça do Piauí.
  • Divórcio; escritura lavrada de acordo com a Lei 11.441 e Provimento 006/2007 da Corregedoria Geral de Justiça do Piauí. Poderá ser sem partilha ou com partilha;
  • Separação; escritura lavrada de acordo com a Lei 11.441 e Provimento 006/2007 da Corregedoria Geral de Justiça do Piauí. Poderá ser com partilha ou sem partilha;
  • Conversão de Separação em Divórcio; escritura lavrada de acordo com a Lei 11.441 e Provimento 006/2007 da Corregedoria Geral de Justiça do Piauí. Poderá ser com partilha ou sem partilha;
  • Testamento Público; este testamento é lavrado pelo cartório e fica uma via arquivada. Deve comparecer ao cartório o Testador e duas testemunhas. O testamento é o último desejo do Testador e deverá ser homologado em juízo na abertura do inventário;
  • Testamento Cerrado; neste testamento é feito a aprovação do seu conteúdo e é arquivado nestas Notas o termo de entrega do mesmo. É sigiloso e somente o testador tem conhecimento de seu teor. Fica em posse do testador e é aberto após seu óbito na abertura do inventário ou concomitantemente.
  • Compra e Venda; compra e venda de imóveis urbanos e rurais, documentação específica para cada tipo de imóvel.
  • Doação; doação de imóveis urbanos e rurais, documentação específica para cada tipo de imóvel;
  • Adoção; esta escritura deverá ser lavrada quando houver ordem judicial (para menores) e para maiores, com aceitação do adotado;
  • Ata Notarial; é a escritura que relata um fato que aconteceu, que está acontecendo. Ex. página na Internet, uma reunião.
  • Desapropriação amigável; de imóveis urbanos ou rurais;
  • Cessão de Direitos Hereditários; de imóveis envolvidos em herança; A cessão deve ocorrer antes da abertura do inventário.
  • Constituição de Fundação; para constituição de fundações sem fins lucrativos, conforme as normas do Código Civil.
  • Declaratória de União Estável; Conforme Código Civil, art. 1.723. Declara a união estável de homem com mulher, sem a necessidade de formalizar o casamento de imediato. As partes podem ser casadas, contanto que estejam separados de fato. Geralmente exigida para declarar a união estável junto a planos de saúde.
  • Declaratória de Pacto Antenupcial; para o casal que optar em casar nos regimes da Separação de Bens, Comunhão de Bens ou Participação Final nos Aquestros, deve ser lavrada anterior ao casamento;
  • Declaratória de Emancipação; A emancipação deve ocorrer a partir dos 16 anos até dias antes dos 18 anos, de acordo com Código Civil. A emancipação antecipa a maioridade para os menores; Somente os pais podem emancipar, e na falta do pai, a mãe;
  • Declaratória de Reconhecimento de Paternidade; escritura lavrada para que o pai reconheça o filho(a) registrado(a) somente constando filiação materna. Quando se tratar de filho(a) maior, este deve assinar aceitando o reconhecimento.
  • Declaratória de Vida; escritura para fins de recadastramento de aposentados e pensionistas.
  • Declaratória de Únicos Herdeiros; escritura lavrada mais especialmente para fins de receber seguros de vida ou DPVAT junto às seguradoras.
Para maiores informações a respeito de documentação necessária nos envie email, prontamente você será atendido de forma imediata e personalizada.

ENTRE EM CONTATO CONOSCO ATRAVÉS DE EMAIL E TIRE SUAS DÚVIDAS.




Voltar
2009 - Cartório Themistocles Sampaio Ltda - Todos os direitos Reservados